Portal i9

17/10/2013 12h28 - Atualizado em 17/10/2013 12h28

Vídeo mostra menor dançando e tirando a roupa em festa de adolescentes

Segundo a polícia, eventos assim são cada vez mais comuns em Águas Lindas de Goiás

Marden Barbosa - por TV Record
 
 
Vídeo mostra menina dançando só de calcinha e sutiã e tirando as roupas íntimas para uma plateia de meninos Vídeo mostra menina dançando só de calcinha e sutiã e tirando as roupas íntimas para uma plateia de meninos

Depois que uma garota de apenas 13 anos foi estuprada por quatro adolescentes em Águas Lindas de Goiás (GO), região do Entorno do DF, o delegado que acompanha o caso mostrou para a reportagem da TV Record Brasília um vídeo envolvendo outra adolescente em situação preocupante. A jovem dança e tira a roupa para uma plateia de meninos.

As imagens mostram que a jovem estava seminua. Aos poucos, durante a dança sensual, ela vai tirando as roupas íntimas e os meninos entram em estado eufórico e aplaudem.

Tudo isso aconteceu dentro de uma casa no Jardim Santa Lúcia, bairro da cidade. O delegado que também cuida deste caso explicou que cenas assim são cada vez mais comuns entre os jovens que moram na região.

“Ela quase morreu de hemorragia”, diz mãe de menina estuprada por colegas

Ele explicou que o número de adolescentes que se envolvem em festas regadas a bebidas, sexo e drogas está cada vez mais comum e a presença deles em orgias também está ficando frequente.

A polícia informou que só na semana passada, foram registrados três casos de estupro envolvendo menores na cidade. Dados da Polícia Civil mostram que pelo menos quatro ocorrências são registradas todas as semanas em Águas Lindas.

As principais vítimas são garotas com idades entre 10 e 16 anos. Os acusados normalmente são vizinhos, padrastos, amigos da família, pessoas bem conhecidas.

A garota de 13 anos que sofreu o estupro coletivo no dia 07 de outubro está tomando remédios fortes para evitar doenças sexualmente transmissíveis e uma possível gravidez. Devido à agressão, a vítima precisou levar cinco pontos em uma cirurgia.

Os quatro agressores também estudavam na mesma sala da garota, no Colégio Estadual Paulo Freire.

Assista ao vídeo:

Envie seu Comentário

Atenção! Os comentários do Portal i9 são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.
Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo.

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído. © 2012 - Portal i9 - Todos os direitos reservados.